As empresas sustentáveis ganham cada vez mais destaque em um mercado representado pela grande disputa entre concorrentes. Apesar de o tema sustentabilidade ainda ser um desafio para empresas, muitas delas têm chamado a atenção com ações sustentáveis que permitem que as suas atividades não sejam benéficas apenas para a instituição – mas também para o meio-ambiente e para a sociedade como um todo.

Os hábitos de consumo estão mudando nos últimos anos. Além de todas as transformações causadas pela popularização da internet, também ocorreu uma forte conscientização em relação ao meio ambiente. Muitas pessoas preferem pagar mais caro para apoiar instituições que possuem iniciativas sustentáveis e protegem o planeta.

É por isso que neste artigo vamos destacar 5 empresas sustentáveis que ganham visibilidade pela abrangência e continuidade das suas ações. Confira!

5 empresas sustentáveis que se destacam no mercado

Nos últimos anos pudemos acompanhar a reação negativa do público consumidor em relação às empresas envolvidas em escândalos de corrupção e de evidências de desrespeito ao meio ambiente. Essas organizações recebem uma grande mídia negativa e sofrem os reflexos disso – com a queda do número de vendas e dificuldade em criar bons relacionamentos com parceiros.

Por outro lado, a 12ª da edição do Monitor de Sustentabilidade Corporativa, estudo realizado pelo instituto de pesquisa e opinião pública Market Analysis, revelou que as ações positivas alavancam a reputação das empresas. Segundo os dados levantados, os principais fatores considerados pelo público são:

  • Atuação ambiental responsável (34,1% das menções);

  • Evidências de comportamento ético e transparente (18,2% das menções);

  • Iniciativas sociais (17% das menções).

As empresas sustentáveis que veremos a seguir são ótimos exemplos de atuação seguindo essas diretrizes.

1. Philips

A Philips é uma empresa holandesa que trabalha com produtos de alto consumo de energia. É exatamente para minimizar o impacto no meio ambiente que a empresa trabalha com dois objetivos principais: minimizar o dispêndio de eletricidade dos seus produtos e investir em tecnologias que possam satisfazer as gerações atuais, sem comprometer as futuras. 

Podemos considerar a Philips como uma das grandes empresas sustentáveis pela forma como investe o seu capital. Desde 2010 a organização não poupa esforços e nem recursos para desenvolver produtos verdes – que economizam energia, não usam embalagens e substâncias tóxicas, são mais leves, podem ser reciclados e têm um tempo de vida maior.

Em 2017, a Philips foi nomeada líder da Indústria no Índice de Sustentabilidade Dow Jones com as melhores pontuações (100/100) em Estratégia climática, Relatórios ambientais, Ecoeficiência Operacional e Gestão da Inovação. Entre os destaques do seu desempenho está o programa “Vidas Mais Brilhantes, Mundo Melhor” – que resultou em um grande progresso no seu compromisso de ser neutra em relação à emissão de carbono até 2020.

2. Natura

A Natura figura entre as empresas sustentáveis de destaque pela intensificação do seu foco na área socioambiental nos últimos anos, com iniciativas que buscam aumentar o impacto positivo para toda a sociedade – e não apenas gerar lucro para a instituição.

Entre as suas ações notáveis estão:

  • O auxílio prestado às consultoras que vendem os produtos da marca para que elas consigam entrar na faculdade e aprender inglês;

  • Criação, em parceria com a Coca-Cola, do IPS (Índice de Progresso Social). Esse índice é utilizado para melhorar a atuação das empresas no Médio Juruá, no Amazonas, com comunidades extrativistas que fazem parte de uma cadeia de fornecimento. A partir disso, foi identificado que era preciso investir em infraestrutura e saneamento na região;

  • Transparência com a sociedade, informando aos consumidores qual é o impacto positivo causado pelos produtos comprados na sua loja virtual – mostrando se a aquisição contribuiu para ações educativas ou preservação florestal, por exemplo.

Além disso, a Natura também possui um conjunto de diretrizes chamado de Visão de Sustentabilidade 2050 – que visa ampliar o impacto positivo causado pela empresa até 2050, com ações que englobam desde os produtos até a gestão da instituição.

3. Fiat

Assim como a Philips, a Fiat é uma empresa que trabalha com um produto que causa um impacto negativo no meio ambiente. Por isso, grande parte dos esforços dessas empresas sustentáveis têm foco em minimizar as consequências negativas da utilização dos seus produtos.

A Fiat figura por seis anos consecutivos nos índices Mundial e Europeu da Dow Jones (DJSI) e possui uma série de programas sustentáveis:

  • Desenvolvimento de produtos mais seguros, eficientes e com menos emissão de gás carbônico;

  • Redução do impacto ambiental e otimização do consumo de recursos naturais nas suas fábricas;

  • Rede de concessionárias e fornecedores engajados com os conceitos e práticas de sustentabilidade da empresa;

  • Execução de projetos de relacionamento com a comunidade;

  • Campanhas que mostram ao motorista como gastar menos combustível e evitar multas por poluição através de medidas simples – como checar o pneu, por exemplo.

4. Walmart

A Walmart busca promover o desenvolvimento socioambiental em todos os elos da cadeia de valor – desde a extração da matéria-prima até o seu descarte pelo consumidor final. A sua atuação entre as empresas sustentáveis está dividida em três pilares:

  1. Clima e energia, com uma meta de ser suprida 100% por energia renovável e buscando a economia de energia nas operações da empresa;

  1. Gestão de resíduos, com uma meta de reduzir a zero o envio de resíduos para aterros;

  1. Aumentar a oferta de produtos provenientes de um ciclo produtivo mais sustentável, em um trabalho exercido em conjunto com os fornecedores, por meio do programa “Sustentabilidade de Ponta a Ponta”.

5. Coca-Cola

A Coca-Cola assume a postura de tratar a sustentabilidade como um valor, protagonista de todo o planejamento corporativo da instituição. O discurso é primeiro fazer para depois comunicar, como mandam as boas práticas do marketing verde.

A empresa está presente em mais de 200 países e tem quatro das cinco marcas de refrigerante mais consumidas do mundo: Coca-Cola, Coca-Cola Light, Fanta e Sprite. Com toda essa presença em nível global, busca causar um impacto positivo para o planeta.

O foco da companhia está no crescimento de forma consciente e o que não faltam são exemplos de boas práticas desenvolvidas pela Coca-Cola:

  • Compromisso com um mundo sem resíduos, com uma meta de coletar e reciclar o equivalente a cada garrafa ou lata que vende globalmente até 2030;

  • Ação de conscientização para a proteção dos ursos polares em 2012, que contou até mesmo com uma mudança da cor das latinhas;

  • Desenvolvimento de ações de marketing com foco em chamar atenção para questões sustentáveis – como a importância da reciclagem e diminuição do consumo de energia elétrica;

  • Compromisso de devolução ao meio ambiente do dobro de água que consome em seus processos produtivos.

Empresas sustentáveis: o futuro do mercado

Definir diretrizes sustentáveis, questionar modelos antigos e trazer o tema para os valores empresariais são ações que se tornam cada vez mais comuns pelas empresas que atuam no mercado.

Com a introdução de novas tecnologias, é cada vez mais fácil que cada organização cumpra o seu papel de impactar positivamente na sociedade – seja reduzindo a utilização de energia elétrica, a poluição nos processos de produção ou realizando ações sociais.

Gostou do nosso artigo? Quer saber como a energia solar pode ajudar no seu plano de sustentabilidade para a sua empresa? Baixe agora mesmo o nosso eBook e saiba tudo sobre a energia solar.