A ideia de casas sustentáveis começou a despontar no Brasil a partir da junção dos conceitos de sustentabilidade com as novas formas de se pensar a construção civil.

Arquitetos e organizações passaram a utilizar recursos como iluminação natural, sistemas de reaproveitamento de água e a utilização de revestimentos ecologicamente corretos nos seus projetos.

Tudo isso num momento em que as discussões sobre o futuro do planeta e a arquitetura verde ganham cada vez mais espaço, acompanhando a conscientização do mundo corporativo e da sociedade em torno do desenvolvimento sustentável.

É por isso que neste artigo vamos explicar para você o que são casas sustentáveis, dizer o que é preciso para criá-las e mostrar exemplos para serem utilizados como inspiração. Confira!  

O que são casas sustentáveis?  

Não há uma definição única para casas sustentáveis. De uma forma geral, as casas ecológicas são projetos arquitetônicos alinhados aos conceitos de sustentabilidade ambiental. Você pode notar características comuns, presentes em projetos desse tipo.

Alguns deles incluem:

  • A ideia de encontrar soluções viáveis para reduzir o uso de energia;
  • Um design que evite ou reduza a utilização de iluminação, aquecimento ou resfriamento artificial;
  • Utilização mínima de energia e materiais para realizar a manutenção ou reforma do edifício ao longo da sua vida;
  • Os recursos que são requeridos para demolir a construção e como os seus subprodutos são descartados no meio ambiente.

O que é preciso para criá-las?  

Projetos de casas sustentáveis devem levar em consideração o bem-estar dos habitantes e também as características próprias do local em que serão construídos.

Neste sentido, a tecnologia pode servir como uma grande aliada, como veremos nos exemplos a seguir. Apesar disso, é possível também elaborar projetos mais simples e aproveitar materiais que seriam descartados no meio ambiente, como garrafas pet e papelão.

Algumas ideias práticas para criar projetos de casas sustentáveis incluem:

  • Uso de sistemas de canaletas, para captar e reutilizar a água da chuva;
  • Utilização de madeiras certificadas e preferivelmente provenientes de plantio sustentável;
  • Instalação de sistemas de conforto térmico, telhados verdes;
  • Uso de um sistema de aquecimento proporcionado por fontes renováveis, como a solar ou bombas de calor;
  • Instalação de painéis fotovoltaicos para a produção de energia de forma limpa;
  • Adoção de banheiros de compostagem;
  • Aplicação de jardins de plantio e hortas;
  • Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) – estudo completo sobre os impactos ambientais produzidos por um produto ou material durante a sua cadeia produtiva, também conhecido como “Do berço ao Túmulo”.

10 modelos de casas sustentáveis para usar como inspiração!  

Agora que você já conhece as características presentes em casas sustentáveis, separamos alguns exemplos que valem a pena ser analisados. Você pode utilizá-los como inspiração para o seu próprio projeto:

  1. Casa de Papelão 

Na Holanda, a construção de uma casa conseguiu englobar a utilização de um material incomum: o papelão. A Wikkelhouse foi desenvolvida para ser durável, resistente à chuva, ao frio e a outras condições térmicas. Além disso, ela pode ser desmontada em apenas um dia. A casa é construída a partir de 24 camadas de papelão, conectados por uma cola de alta resistência, sendo assim, modulável.

  1. Casa de Bambu  

A casa de bambu foi desenvolvida pela arquiteta Celila Llerena e o material foi escolhido devido a sua resistência, versatilidade, baixo custo e por ser um material ecologicamente correto. Outros itens também foram utilizados, como pedras para o revestimento da fachada e eucalipto para a rampa de acesso – que foi utilizado por ser resistente às intempéries.

  1. Casa HLC  

Localizada em São Paulo, próxima ao Parque Ibirapuera, a casa HLC foi pensada de modo a facilitar a vida dos habitantes sob diversos aspectos – por isso foi construída entre os locais de trabalho dos residentes e próxima a avenidas e vias de acesso. A HLC foi desenvolvida com 3 pilares básicos: com a vegetação atuando no controle do microclima; o pinus sendo a madeira escolhida por ter renovação rápida; e o branco para ajudar no conforto térmico.

  1. Casa com Medidas Sustentáveis  

As medidas sustentáveis que foram utilizadas nessa residência auxiliam na eficiência do projeto. A estrutura da casa é de concreto com a utilização de taipa e adobe na vedação e paredes internas – garantindo conforto térmico e acústico. Também foram adotadas medidas como a geração de energia elétrica a partir de fonte solar e mobiliário ecológico.

  1. Casa de Garrafas PET 

Em Minas Gerais, um pedreiro decidiu construir a sua casa utilizando 11 mil garrafas PET, evitando que elas fossem descartadas na natureza. Isso, por si só, contribuiu para a substituição de outros tipos de materiais, comuns na construção civil. As garrafas foram preenchidas com terra e cimento, sendo aplicadas nas principais paredes da residência.

  1. Fall House  

A casa de outono na verdade é uma residência de luxo que utiliza os recursos naturais de forma eficiente. Possui um espaço amplo que permite a entrada de luz natural e ventilação, atingindo um maior conforto térmico e também conta com um sistema de reutilização de água.

  1. The Waste House 

A residência localizada no Reino Unido foi construída a partir de resíduos descartados de domicílios e de outras construções. Ao todo, 90% dos materiais são reutilizados, que vão desde escovas de dente até caixas de filmes em DVD. Atualmente a Waste House não é habitada, mas serve de modelo e inspiração para os estudantes da Universidade de Brighton.

  1. Casas da Empresa Muji 

A empresa japonesa Muji desenvolveu casas pré-fabricadas com um design minimalista que atendem ao apelo de boa utilização do espaço, alinhado ao conforto e a utilização de materiais baratos e sustentáveis, como cortiça, alumínio e madeira – o que reduz também o seu preço final.

  1. Casas da Aqua 

O projeto da casa Aqua foi exposto na Casa Cor em São Paulo e une a tecnologia com a arquitetura sustentável. É composta por diversos elementos, como captação da água da chuva, sistema fotovoltaico para geração de energia, tecnologia de monitoramento do clima e ponto de recarga para carros elétricos. A estrutura também foi desenvolvida em módulos, o que minimiza os impactos da construção.

  1. Casa Nanotecnológica (Mato Grosso)  

A casa localizada em Mato Grosso foi projetada pela empresa Personnalité Arquitetura e conta com diversos conceitos sustentáveis aplicados: ventilação e iluminação natural, uso racional da água e a utilização de energia solar, com 34 painéis fotovoltaicos.

Pense de maneira sustentável  

É preciso pensar de maneira sustentável e aplicar essa ideia – inclusive na arquitetura. A preservação do meio ambiente através da utilização consciente dos recursos naturais contribui com um futuro melhor para as novas gerações.

Vale salientar que o custo da construção de uma casa sustentável pode ser praticamente o mesmo de uma residência construída utilizando métodos convencionais, portanto, a hora de pensar no planeta é agora.

Saiba mais!  

Gostou do nosso artigo? Quer saber mais como a energia solar pode ajudar a sua empresa e economizar energia elétrica e compor projetos de casas sustentáveis? Confira tudo sobre isso no nosso eBook!