O uso da energia solar é uma tendência mundial por fatores como menor custo, ser ecologicamente correta, renovável e, por isso, traz um diferencial importante de mercado, em termos de responsabilidade social. Neste artigo vamos abordar tudo sobre energia solar no Brasil e tendências para o futuro. Para possibilitar pequenos e médios empresários ter uma visão concreta sobre os benefícios do investimento nesse tipo de energia limpa.

Conheça tudo sobre energia solar

Em linhas gerais, demonstraremos os incentivos governamentais para a energia solar no Brasil e fatores que atrasam seu desenvolvimento mais amplo dessa matriz energética. Além disso, também daremos destaque sobre os tipos de negócio que estão adotando painéis solares, e os principais estados brasileiros que se destacam no uso da tecnologia.

Quais os tipos de empresa que usam energia solar?

Com o aumento dos custos com energia elétrica, as empresas tiveram que se adaptar quanto a alternativas de reduções de consumo. Caso contrário, o valor de contas de luz acaba impactando negativamente no preço final de produtos e serviços. E isso em épocas de crise econômica pode ser fatal para os negócios. 

Aliado a esse forte impacto sobre custos, os empresários começaram a optar por alternativas. Consequentemente, começam a investir em processos ecologicamente adequados e sustentáveis.

Assim, a opção por investir em energia solar ganhou espaço muito significativo no mercado. Cerca de 16% dos sistemas de energia solar no País são instalados para prover atividades industriais, comerciais, rurais etc. Isso demonstra que existe uma grande possibilidade de expansão desse modelo energético em nível nacional.

Pequenos e médios empreendimentos que usam a energia elétrica com mais intensidade são os maiores beneficiados com os resultados efetivos em custos e tratamento ecologicamente adequado, atraindo mais consumidores para seus negócios.

Como a energia solar vem sendo usada?

A maior parte da geração de energia solar vem sendo utilizada pelos consumidores residenciais. Cerca de 84% da geração via placas solares está concentrada neste segmento.

No Brasil, o incentivo a essa fonte de geração de energia se concentra basicamente em isenção de impostos (ICMS), de alguns estados e possibilidade de financiamentos com juros reduzidos e prazos alongados, para implantação de sistemas do tipo.

Além disso, pesquisas constantes vêm apresentando possibilidades reais de redução de custos destes sistemas e incentivando assim uma maior adesão à essa matriz de geração de energia. Dessa maneira, placas solares vêm conseguindo suprir a carência de energia elétrica em regiões de difícil acesso à energia tradicional. Com isso, melhorando a qualidade de vida de cidadãos de todos os cantos do país.

Por que a energia solar não deslancha no Brasil?

Para que a energia solar possa ser incentivada e tenha um crescimento substancial, torna-se necessário que se adotem medidas de incentivo ao crédito e de tributação.

Nesse contexto, alguns fatores que precisam ser levados em consideração são:

· Uso de recursos do FGTS na aquisição de sistemas;

· Isenção de ICMS;

· Redução de IPI e demais impostos;

· Redução de impostos de importação;

· Medidas de incentivo a empresas fabricantes de placas fotovoltaicas;

· Desenvolvimento de pesquisas de redução de custos de produção.

Outro aspecto bastante importante é investir numa maior divulgação deste sistema para a população e empresários, demonstrando a importância de seu uso e as vantagens. Pois, certamente, o marketing seria um importante fator de despertar interesse aos consumidores.

Por outro lado o aumento de incentivos a novos empreendedores neste mercado também seria algo importante para a competição de fabricantes de sistemas de energia solar. O que teria como consequências diretas: qualidade de produtos elevada e desenvolvimento de novas tecnologias de geração energética.

Quais as tendências do uso de energia solar?

A previsão dos especialistas é de que o uso da energia solar crescerá de forma acentuada. Há pesquisas, como as da Agência Internacional de Energia (IEA), que atestam que a oferta de energia solar no mundo será de aproximadamente 12% da oferta global de energia para daqui a 40 anos.

Ao mesmo tempo, a geração de energia fotovoltaica atingirá, em quinze anos, capacidade correspondente à produção de 3 usinas hidrelétricas de Itaipu.

Dentro em breve, o Brasil pode se tornar o maior consumidor desse tipo de energia no Planeta. Isso o consolidará como uma Nação com base de geração de energia sustentável bastante importante. Considerando que a energia solar é de aplicação muito recente em nosso país, seu avanço tem sido bastante considerável.

No Brasil, a grande concentração de geração de energia solar está localizada na região Nordeste, pela maior radiação solar na área. Porém, pela localização tropical do país, a energia solar é abundante na totalidade de seu território.

Considerações finais: tudo sobre energia solar

Obter informação adequada sobre como funciona a energia solar, seus benefícios, custos, diferencial de mercado e práticas comerciais que respeitem o meio ambiente com o uso desta tecnologia é essencial. Afinal, isso faz com que o comerciante tenha a certeza de que estará fazendo uma ótima opção para o desenvolvimento de sua empresa.

Esse conteúdo foi útil para você? Então, agora que você já entende tudo sobre energia solar no Brasil, saiba se vale mesmo a pena comprar um kit de energia solar!